Monótonia (Poesia)

Submerso no universo que é só meu
Uso o telescópio para visualizar as estrelas, onde a alma não se localiza
cheia de malicia me causa agonia
Obsessão por alguém é uma mente doentia…

Atrás das telas, se concretiza o ódio ao invés do amor
Numa noite escura, músicas vazias, sem nenhuma companhia
Algo que me divirta, me faça esquecer da telepatia
Poesia é terapia pra quem acabou de perder a magia…

Modo antiquado, tratamento inadequado
Buraco negro sem paixão, procurando a vida em um dicionário
Relíquias ultrapassadas que ainda tem garantia
Exposto ao tedio, nada me limita.

Show sem cantor, obra prima sem valor
Aluno sem professor, escola sem diretor
Crianças sem os pais, retrato sem fotografia
Cidades sem habitantes, eu e minha monotonia.

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: