Ligações (Poesia)

As aflições mundanas acabam com nossa esperança
Queria voltar a ser criança, sem se preocupar com nada.
Infelizmente, o mundo real não ta pra brincadeira e a cada fala, apertam o gatilho da arma
Sem dó, sem Piedade, apenas o cinza da pólvora.

A mente te controla e você não se solta, não é capaz de se libertar
Está cego demais e não vê as coisas que esse mundo tem pra te mostrar
Jovem demais, inteligente demais, sonhador demais, se preocupa demais
O fácil não tem satisfaz, buscando mais e amando menos…

A insônia aperta, toda noite a mesma coisa, Merda!
Os demônios dizem que ele é egoísta, individualista
A agonia vai o matando dia após dia, sobreviver nessa prisão não é pra qualquer um
A vida é tão complicada assim, ou as pessoas que são complicadas?

Eles estão certos, difícil é reconhecer os defeitos
Tudo isso é efêmero, vou sem a passagem de volta
Trem fora dos trilhos, é preciso analisar os ciclos.
Eu sei que todos mentem, mas, quem sou eu pra apontar o dedo se estou pecando pelo mesmo erro?

Jamais devemos nos martirizar pelos pecados carnais
Somos feitos pra errar, ninguém é perfeito, ninguém é 100% bom.
“E aquela mina que por 1 instante você gostou?” Já se casou!
“E aquela mina que você já odiou?” Não atende mais as minhas ligações…

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: