Ponta de faca (Poesia)

A minha arte se manifesta em cada linha rabiscada
Bem selecionada, transformada pelos deuses
Isso me dá sede de melhora, fugir da máquina controladora
A mente humana ainda é uma incógnita…

Sou como um guerreiro que nunca revela as suas táticas
Sou como um pai de família que não pode deitar com qualquer uma
Minha consciência me fode todo dia
Dane-se as questões do passado que não foram resolvidas.

Temos que seguir mesmo sangrando, porque no final a vida cobra
Temos que seguir mesmo devendo, porque no final as dividas serão pagas.
Todos querem vencer essa corrida e levantar a taça
Perseguição frenética Por um sonho, velozes e furiosos, como Paul Walker vou morrer fazendo o que eu amo.

Não tenho tempo pra suas reclamações
Profunda reflexão dizendo que a vida tá uma merda
Tô no corre pra no futuro ter uma grana
Preciso escrever umas paradas, se não fico pra trás.

Não adianta dar murro em ponta de faca, vai se machucar
Sai fora se vocês não estão na mesma sintonia
O sucesso vai trazer muita inveja, o verso é sempre intimista
Tenho que quebrar as muralhas, só assim poderei atravessar a ponte todos os dias…

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: