Licença poética (Poesia)

O dia nasceu bonito na minha alma, nublado na rua Bolado com a Beleza da Lua, essa vida é tão curta Louca imaginação, trago a licença poética vinda de uma canção Turn on no som, consagro e faço o gol. Preciso disso pra viver, algo que faça valer Reviver o que já tinha morrido háContinuar lendo “Licença poética (Poesia)”