Licença poética (Poesia)

O dia nasceu bonito na minha alma, nublado na rua
Bolado com a Beleza da Lua, essa vida é tão curta
Louca imaginação, trago a licença poética vinda de uma canção
Turn on no som, consagro e faço o gol.

Preciso disso pra viver, algo que faça valer
Reviver o que já tinha morrido há séculos
Antigamente incrédulo, sol estava dark, vampiro
Tudo com as calma pra não ter falha, na hora certa as linhas farão sentido…

Certo de quem sou, sem desacreditar do meu dom
Pensando num plano pra fazer virar, quantas dimensões vou criar? Tenho tanto a falar, futuro está próximo, fazendo clássicos como chorão
Cuidado com as palavras, uma vírgula errada e entramos em contradição…

Mesmo andando no caminho correto, nem todas as minhas dívidas serão pagas
O que foi jogado pra fora, não vai mais retornar
Focado no presente, espírito nada dormente
Ano novo é ilusório, quem faz 2018 é você.

É como diz aquele velho ditado, mente vazia, oficina do diabo
Estou intacto, com a cabeça cheia de ideias
Sonhos serão realidade daqui pra frente, ciente
Esses dias Deus veio me falar: “Meu bom, nunca deixe de amar”

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: