Olho de águia. (Poesia)

Partiu cumprir a maldição, enxergo o céu como redenção
Se tratando em cada sessão, precisava aliviar essa tensão
Aos poucos estava perdendo o tesão e vivendo nessa prisão
Falsidade em cada canção, não é isso que sou.

Coração andava perdido na escuridão, carregado de magoa
Transborda as lagrimas, no rio ela desagua
Evapora e vai para Nicarágua
Invejam minha visão, vejo além do mundo, olho de águia…

Sobrevoando as nuvens, caçando a sombra tipo peter pan
Quero meu tesouro como capitão, ser mal não é a missão
Absorvi e transcendi, o passado esqueci
Me arrependi das atitudes infantis, desejo o final feliz.

Os contos de fadas são armadilhas, utopia para relacionamento
Relacionamento é amor, é briga, é crescimento, é amadurecimento.
Juras no altar são válidas até o ego cegar
Quando a crise vier e o inverno chegar, vocês não vão conseguir se salvar…

Raça cruel, noiva se esconde atrás do véu
Se apaixonou pelo gosto do mel, todos aqui são réus
Nada é de graça, o preço tem que ser pago
Num quarto escuro calado, analisando fatos.

Sem nipe de salvador, sou mais 1 pecador
Não tenho que me lamentar a cada dor, apaga luz do abajur.
Foda-se se na vida vou magoar alguém, chega de ser refém
Parei de carregar o fardo, matei o eu do passado, pacto sagrado…

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

%d blogueiros gostam disto: