Liz. (Poesia

Linda, saiba que escrevo poesia em forma de profecia
Expulso meus lamentos e dessa vez não tenho medo
Carta psicografada, alguma foto tirada
Tenho a reza feita, daqui há um tempo terei a resposta certa.

Cabelos longos e pretos, sorriso encantador
Tirou toda a dor, ela me fez compor sobre o amor
Linhas do autor, vozes do cantor, noite linda
Jóia valiosa tipo ametista, olhar inocente como de uma criança…

Olha que foda, ela curte Rap também
Sabe que me tem, coração já entreguei
Da magia sou refém, embarco no trem
Na minha mente viajei e não é que te achei?

Depois de tanto tempo, a bússola restaurei
Deixei conceitos pra trás, sofri, chorei
Voltei das ligações não atendidas, dessas desilusões malditas
Joguei cartas, roubei cartas, escrevi letras, a espera…

Titanic afundando foi apenas pesadelo, Afrodite nunca existiu
Medusa perdeu, amor só seu
Em tempos de crise, aguente minha ira
Nenhum anjo é perfeito, mas quero permanecer nessa missão até o fim.

Despedacei cidade habitadas ao meio, meu destino reneguei
Laços formei, dinheiro ganhei
Sua alma infelizmente não salvei, todos teremos finais tristes, Julieta e Romeu
Rabisquei seu nome na parede com giz, adeus querida Liz…

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

%d blogueiros gostam disto: