Canceriano (Poesia)

Conflitos internos, caminhando pelo escuro
Enfrentando o inferno a cada verso, é assim que me regenero
Nada passa ileso, tudo tem seu peso
Foque no centro, foque no que é sincero.

Não sinto falta dela mas estou sozinho
Consumido, cheio de vazio, cheio do vazio.
Os horizontes vão se abrir? A galera vai sorrir?
Campo de incógnitas nunca respondidas, cada um tem a sua divida.

A vida é linda, a vida é feminina, espero que me divirta
Tô tentando ser menos machista, olhar para o outro ponto de vista
Peço sabedoria pra visão que me guia
A rima é igual bíblia: sagrada através das linhas…

Eles sabem que somos mutantes, em constante evolução
Mutável no pensamento, com sede de transformação
Não vim para salvar ninguém, vim aconselhar vocês
Cada um tem a sua vez, seu modo revel de enfrentar problemas.

Canceriano dramático, chega de andar pro lado
As coisas já ficaram no passado macabro
Os erros não apago, Simplesmente mágico
O peso das minhas atitudes, incalculável…

Perdão : praticável
Ódio e amor lado a lado
Lágrimas derramadas: um fardo!
Sou egoísta? Sim, talvez. Sou sensível? Até demais mano…

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Se gostou, não deixe de compartilhar e comentar! ♥️

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: