Asas cortadas (Verso livre)

Por que você sente tanto medo? Esse é o seu desejo? Te encontrei ontem mais cedo, estava conversando com o ego Sei que está agoniado, agitado, gritando para todos os lados Os malditos vícios te trouxeram até mim Eu posso ser o fim… Se transporte, entrego o passaporte Estadia e todo o suporte, vou curar o seu corte Agora sua alma está longe, guardada num valioso cofre Você pensa nela todas as noites deitada no seu camarote Mas o receio de chegar faz parte do trote Afrodite me mandou o recado, até quando será capaz de suportar o fardo? Não fique calado, prefiro que fique chapado. Camaro blindado, vadias ao lado Se tranque no próprio quarto e só saia de lá quando completar o aprendizado Foi sacrificado pelo bem maior, tenho certeza que agora está melhor Piedade ao senhor, nunca senti tanto rancor Ninguém sabe o que vêm depois do show, insegurança marca o flow Foda-se o money, recuso o papel do game of thrones Sonho mais alto que drones, seu beijo tem o gosto da morte! Frustante pra caralho saber que nunca vou conquistar o amor dela Quem sabe na próxima vida a gente se encontre na mesma linha Sou um anjo com asas cortadas. amor, só estou tentando voltar pra casa…

Poema do blog a bússola direcionada…

Licença Creative Commons
Asas cortadas de Kauê Olah Lopes está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: