Vozes do autor (Verso livre)

Meia noite, reflexo da lua na calçada
Durmo tarde, muitos planos para a criatividade
Mantenho minha identidade, poesia sem prazo de validade.
Achei que fosse fácil te encontrar por aí
Percebi que o tempo tem a sua própria vaidade
Já deixo a mensagem, faço essa em sua homenagem
Embarco em viagens, sonho com mensagens
Minha mente e seus lugares incapazes de entrar
Ache a chave e abra a porta
Sinta-se em casa, ela é toda sua
Tenho deixado a ansiedade pra trás, enfim posso viver em paz…
Deixei os meus melhores segredos, mas, ainda não te conto
É como o contorno do céu: mais do que perfeito.
Meu pensamento voa para um lugar nada concreto
Lá está todos os mistérios do universo, profetizo a cada verso
Muito amor e dinheiro, se você vier comigo vai ficar tudo bem…
Escapei daquele rancor, ainda escuto vozes do autor
Que um dia me roubou o lado bom
Insisti e persegui o dom, dessa vez abaixei o tom
Nenhuma obra é perfeita, aceite essa opção
Ouça o meu som no volume mais alto, madrugada de sábado
Resquícios do imaginário, a Monalisa perdeu seu quadro…

Licença Creative Commons

Vozes do autor de Kauê Olah Lopes está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Veja também:

Velho eu

O ilusionista

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: