Imortalidade criativa (Poesia)

Olhos na janela, o que me espera?
Os dias tem passado, estou envelhecendo rápido
Vivendo no universo paralelo, impossível cortar alguns elos
Queria poder realizar todos os desejos.

Cabeça de gênio, prisioneiro sem lâmpada
Imagino o sol mais amarelo, apocalipse está por perto?
Vida finita, imortalidade criativa
Ando tão torto nessas linhas, mas, sempre escapo do trem…

Sorte ou missão?
É só mais uma visão, não temos muito tempo então?
Fazendo o corre, correndo da morte
Prematuro sangra no corte, precisando de algum norte…

Sinto falta do abraço, da volta de quem já se foi
Completo 21 mas queria voltar a ter 11
A máquina do tempo se faz necessária e eu só tenho as lembranças
Passado, presente ou futuro? já não me interessa mais.

Vi tanta coisa que nem me impressiono mais.
Magoei tanto que nem me considero humano mais.
Só quero o que não posso mais
Jamais as coisas voltam ao seu lugar original…

Veja também:

Raiva de Meliodas

❤️

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

%d blogueiros gostam disto: