Retardatário (Poesia)

Preciso de tempo pra aprender com os erros, preciso de tempo pra esquecer o passado
Preciso dela do meu lado, sinto o cheiro do seu afago
Estou do outro lado, tentando não ser tão dramático.
Calma… reinício o jogo. Eu já lidei com esse cansaço.

Quem sabe seja só ilusão da minha cabeça, quem sabe seja verdade
Quem sabe sinta saudade quando a neurose bate.
Fiquei solitário, aprendi a usar os meus sentimentos como remédio controlado
De pouco em pouco o vidro ficou estilhaçado
E nesse caminho fiquei pra retardatário…

Fico em choque quando o coração me dá um enquadro, nessa caixa não me encaixo
Entre o equilíbrio e a culpa: já sei quem vai vencer a luta.
Ela pode ser pura mas é a poesia que cura
Nunca peço ajuda e é por isso que bato na próxima curva…

Vou ficar em casa nas próximas semanas, Escrevendo cartas sem destinatário
Sem presentes de aniversário, cheguei atrasado
O beijo dela ainda é o melhor pecado.
Horário que não muda, nossos sonhos ficam em segundo plano.

Preciso aprender a tocar piano, viajar pra Amsterdã
Ganhar dinheiro e relaxar um pouco, yeah.
Na avenida que rasgou os laços, cada suspiro é um trago
Tenho desabafado com o meu amigo imaginário…

Sempre digo que tô bem mas vocês não vêem além desses palcos
O patrão tá me ligando e a tristeza tem se tornado um saco
O preço tem custado caro e no Titanic náufrago
Nem queria ser resgatado, deixe morrer afogado
Vendo monstros atrás do armário, estou tão cansado de chorar calado.

Outras redes:

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: