A identidade secreta

Tirar a máscara sempre esteve em segundo plano…

A minha mente é um labirinto. Um caminho totalmente escuro até chegar em meu coração.
Talvez não mude em nada na nossa relação, mas escrever essas cartas é um tipo de libertação. Se não posso jogar limpo por timidez, insegurança ou medo da rejeição… ao menos aqui posso ser eu sem medo!

Tem dias que a inspiração vem e logo em seguida rabisco rimas íntimas demais para serem compartilhadas com alguém. Tem dias que a autoestima está lá no fundo do poço, e estou com preguiça de sair aos resgate.
Normalmente, evito de falar sobre isso com as pessoas porque sempre penso que os problemas dos outros são maiores que os meus…
Talvez essa seja a origem das minhas inseguranças: Me colocar em segundo plano!
Nunca gostei de holofotes! Seja para fazer um trabalho de faculdade, ou até mesmo confessar um sentimento pra alguém. Gosto de fazer as coisas nos bastidores. Sem alarde. Sem gente em cima querendo registar tal momento…

Só que com o passsr dos anos, o lance do não protagonismo acabou virando medo! Acabou virando uma fobia social!
Recentemente, venho trazendo esses temas para a minhas seções de terapia, e com isso, estou começando a entender como meu subconsciente trabalha.
A psicóloga sempre fala que as minhas crises de ansiedade são pscologicas, e que elas vão desaparecer assim que começasse a me posicionar mais!
Droga! Logo eu que sempre gostei de ficar na sombra, vou ter que me expor ao sol?
Complicado né… Mas acho que ela está certa sobre isso: assumir o controle da própria vida pode ser difícil e arriscado no começo, mas também poderá render muitos frutos em um futuro próximo…

Não posso esconder mais quem sou! Usar identidade secreta, pode ser divertido no mundo dos quadrinhos mas na vida real é um saco!
Talvez me abrindo assim, possa descobrir outras partes da minha personalidade que estavam escondidas antes! Posso ser engraçado, irônico, estiloso ou romântico! (Quem sabe até comece a gostar de flores)
Pode ser que amanhã ou depois me arrependa de ter aberto os meus sentimentos pra alguém que não merecia tanto… Mas pensando por outro lado, a vida da gente é tão curta, e eu não quero ficar pensando mais no “E se?”
Todos precisam dar o primeiro passo… E esse é o meu primeiro passo!!

escuro até chegar em meu coração.Talvez não mude em nada na nossa relação, mas escrever essas cartas é um tipo de libertação. Se não posso jogar limpo por timidez, insegurança ou medo da rejeição… ao menos aqui posso ser eu sem medo!
Tem dias que a inspiração vem e logo em seguida rabisco rimas íntimas demais para serem compartilhadas com alguém. Tem dias que a autoestima está lá no fundo do poço, e estou com preguiça de sair aos resgate.Normalmente, evito de falar sobre isso com as pessoas porque sempre penso que os problemas dos outros são maiores que os meus…Talvez essa seja a origem das minhas inseguranças: Me colocar em segundo plano!Nunca gostei de holofotes! Seja para fazer um trabalho de faculdade, ou até mesmo confessar um sentimento pra alguém. Gosto de fazer as coisas nos bastidores. Sem alarde. Sem gente em cima querendo registar tal momento…
Só que com o passsr dos anos, o lance do não protagonismo acabou virando medo! Acabou virando uma fobia social!Recentemente, venho trazendo esses temas para a minhas seções de terapia, e com isso, estou começando a entender como meu subconsciente trabalha. A psicóloga sempre fala que as minhas crises de ansiedade são pscologicas, e que elas vão desaparecer assim que começasse a me posicionar mais!Droga! Logo eu que sempre gostei de ficar na sombra, vou ter que me expor ao sol?Complicado né… Mas acho que ela está certa sobre isso: assumir o controle da própria vida pode ser difícil e arriscado no começo, mas também poderá render muitos frutos em um futuro próximo…
Não posso esconder mais quem sou! Usar identidade secreta, pode ser divertido no mundo dos quadrinhos mas na vida real é um saco!Talvez me abrindo assim, possa descobrir outras partes da minha personalidade que estavam escondidas antes! Posso ser engraçado, irônico, estiloso ou romântico! (Quem sabe até comece a gostar de flores)Pode ser que amanhã ou depois me arrependa de ter aberto os meus sentimentos pra alguém que não merecia tanto… Mas pensando por outro lado, a vida da gente é tão curta, e eu não quero ficar pensando mais no “E se?”Todos precisam dar o primeiro passo… E esse é o meu primeiro passo!!

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: