Outra carta para o bom velhinho

E toda a nostalgia de um natal feliz… As coisas por aqui parecem frias e sem sentido. Estou me cansando das mesmas cortinas sujas, da janela fechada pela manhã, do mesmo gosto de café amargo que incomoda o meu estômago toda vez que me atrevo a toma-lo.Minha rotina é um céu nublado e sem cor!Continuar lendo “Outra carta para o bom velhinho”

A identidade secreta

Tirar a máscara sempre esteve em segundo plano… A minha mente é um labirinto. Um caminho totalmente escuro até chegar em meu coração.Talvez não mude em nada na nossa relação, mas escrever essas cartas é um tipo de libertação. Se não posso jogar limpo por timidez, insegurança ou medo da rejeição… ao menos aqui possoContinuar lendo “A identidade secreta”

Nosso tapete

Devo confessar que ainda não coloquei as coisas nos trilhos. Não sei se a expectativa vale o risco. Talvez o meu subconsciente ache divertido criar ilusões que nunca existiram. Se existe algo positivo, é que assim consigo me manter inspirado e consigo escrever sobre qualquer sentimento. Imagino que as coisas daqui a pouco vão voltarContinuar lendo “Nosso tapete”