Terra (Poesia)

Tempo fora de contexto, estou morrendo desde cedo
Fiz preces para o universo, me reinvento a cada verso
Tenho um objetivo concreto, apago as luzes
Não tenho mais o mesmo medo, ela me deixou sem documento.

Sentimento abstrato, garota, perdi seu retrato
Apago as mensagens, não os beijos trocados
Rompemos o relacionamento, escrevi essa sem estar apaixonado
Será que eu estou mentindo ou é só um apanhado?

Meus olhos estão fechados, a cabeça continua voando
Encontro você fora da órbita, fora de hora.
Quem sabe eu me arrume para uma nova temporada
Porque afinal de contas, o que é antigo sempre acaba…

Querida, hoje a chuva não vem
O mesmo caos se mantém
Não prometa coisas que você não pode prever
O mundo está mudando e nós também…

Dinheiro nunca foi a primeira meta, espero que esse arco íris venha
Cansei das tempestades eternas, quero curtir o aumento dessa temperatura
Noites são cheias de lua e a terra permanece sua
Noites são cheias de lua e a terra permanece nua.

Veja também:

Pureza

Se gostou do post não se esqueça de curtir e comentar!

👋🙏😍Licença Creative Commons

Terra de Kauê olah lopes está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Publicado por Kaue olah Lopes

Compositor /Poeta 🦋✍🏼 ♿️22 anos 📚Jornalismo

Um comentário em “Terra (Poesia)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: